Brasil Brasil

A seleção brasileira deu uma de seleção brasileira e o bicho pegou geraaaal.

Os chilenos entraram achando que iriam golear o Brasil e tomaram um vareio impressionante. (Aliás, do Chile mesmo só os grandes vinhos. Mas como são os melhores fregueses do Brasil, vamos deixá-los com a razão pra não perder a freguesia)

O jogo começou em um ritmo alucinante. O técnico do chile,”El loco” Bielsa, armou sua seleção no sistema pra frentex, acreditando que o selecionado brasileiro seria formado por 11 bobocas com cara de paçoca. Marcando nossos laterais, principalmente o Maicon, Bielsa tentou jogar seu time para o ataque na base do sufoco. Só que esqueceram de combinar com Robinho, Diego e principalmente Luis Fabiano. Os três, mais Enroladinho Gaúcho, tiveram muita mobilidade e não demorou muito para sair o primeiro gol.  Aos 20 minutos do 1° tempo, após cobrança de falta da Mônica do Agreste, nosso querido Luis Fabuloso mandou de cucurutu pro gol.

O Chile ainda foi pra cima, mas o atacante Suazo é muito zuazo e perdeu um gol cara-a-cara. Bielsa, o El loco,  perde a cabeça de vez e coloca em campo o grande mago Valdívia. Logicamente a modificação não serviu de porra nenhuma e o Brasil fez mais um. Aos 44, nosso amiguinho triatleta Robinho, ganhou passe açucarado do Fabuloso e cutucou para o gol. (Nem vou falar no pênalti perdido por Enroladinho Gaúcho…sacanagem)

Começa o segundo tempo e o santista Kléber, faz falta violenta e é expulso. A esquadra brasileira fica um pouco mais acuada e explora só os contra-ataques numa boa e numa nice. Luis Fabiano em partida excepcional, abre espaços para Robinho e Diego, já que Ronaldinho pagou o pato pela expulsão da mula do Kléber; Se bem que não fez falta não, até porque o mago Valdívia ficou putinho e quis mostrar serviço da pior maneira possível. Fez falta violenta e foi tomar banhinho mais cedo.

Com 10 pra cada lado, o Brasil deitou, rolou, pintou e bordou em campo. Luis Fabiano perdeu dois gols feitos e Robinho mais outros. Até que aos 37 do segundo, Fabuloso ganha na raça e manda para as redes de Bravo. ( Bravô! Bravô!)

Fecha a conta e passa a régua. O Chile tem que comer muito arroz com feijão pra colar na nossa grade manôôô.

Nota pra moçada:

Chile:

Bravo – Fez boas defesas, mas não deu. Se fudeu! 8.0

Jara – Quem? Ficou bailando com nosso triatleta. 3.0

Medel – Se borrou nas calças. 2.0

Estrada – Prendeu muito a bola e ficou correndo que bem bobo atrás do Diego. 2.0

Vidal (Cereceda) – Vidal…vai comer cural. 3.0. Cereceda sem nota 

Carmona – Era peça chave, porém…4.0

Fernández- Armou boas jogadas. Tem habilidade pacas, mas os companheiros não ajudam. 6.0

Droguett (Valdívia) – Droguett rodou para a entrada do mago. Valdívia fez cocô na calça e foi pro chuveiro mais cedo. 0.0 pros dois 

Sánchez – Muita raça e pouca bola; Normal. 3.0

Suazo- Horrível. Como perder gols feitos? Liguem pra ele. Pela simpatia leva nota 1.0

González (Beausejour) – Dois pobres coitados. 0.0

Brasa: Tirando a mula do Kléber e o Juan que entrou com fraldas, dou nota 10 para o time inteiro. Mas nem sempre sou bonzinho assim hein!

Agora é afundar o selecionado boliviano . Estamos de olho!

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Brasil Brasil

  1. Jojo

    Aonde está a atualização deste centro de pensamentos esportivos??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s