Lições Olímpicas – Os segredos de Michael Phelps.

 Eu volto ao tema uma vez mais porque se faz necessário.

Ao lado de Phelps, Usain Bolt é o grande nome dos Jogos Olímpicos de Pequim, porém Phelps é o grande nome de todos os Jogos em toda a história das Olimpíadas modernas.

Portanto, volto a ele, desta vez mais didadicamente para entender que lições podemos tirar deste incrível ser humano de 23 anos.

Bem, inicio contando uma curiosidade.

Phelps, fechou os 200m borboletas com os óculos arrebentados, quebraram na largada, encheram de água e nos últimos 75m ele nadou de olhos fechados apenas calculando mentalmente suas braçadas finais.

Ae um articulista do The New York Times bem disse: Se Phelps venceu com aquela margem com apenas 4 dos 5 sentidos, o que podemos fazer nós mortais?

A resposta é simples: Nada. Ou quase nada. O que podemos fazer é tirar algumas lições do rapaz.

1ª Lição: Ninguém é Michael Phelps. E as chances de sê-lo são realmente muito reduzidas.

Alimentação:

Ele consome 12.000 calorias (cardápio, vide post – Phelps é Baby Beef) contra no máximo 4.000 de um garoto comum de 23 anos.

Então como ele faz para não se tornar um Mr. Universo?

Bem, ele não faz musculação, seu técnico, Bob Bowman, com ele desde os 7 anos de idade, utiliza bolas medicinais de borracha para fortalecer sua musculatura.

Phelps então, usa apenas este método para manter aquilo que a natureza já deu para ele.

Força:

A natureza deu a Phelps seus 1,93m de altura, ombros largos, torso afinado, pernas mais curtas que o torso, envergadura 10cm maior que a altura e pés de 30cm (nº47 no Brasil).

Com uma assimilação quase 5 vezes maior do ácido láctico nos músculos, Phelps está pronto para voltar, zerado às piscinas 25 minutos depois da última prova contra 2 horas de seus adversários.

Ou seja:

Uma verdadeira máquina de nadar impulsionada por motores potentíssimos.

Entretanto, Bowman lembra:

Ainda assim o homem não foi desenhado para locomover-se na horizontal, em terreno irregular e com acesso intermitente ao oxigênio.

Por isso, 10 horas de treinos diários ainda são necessários mesmo para ele.

Phelps ainda diminuiu a quilometragem de seus treinos para nadar mais lentamente e aprimorar movimentos, deixando para poucos meses a brutal natação de pura força e velocidade.

Cultura:

Phelps mesmo diz: A natação é puro número.

Bowman, formado em música, compara a natação olímpica ao piano clássico, ambos se baseiam em números e matemática, segundo Bowman, a natação é um dos esportes físicos que mais utilizam o cérebro. Posicionamento perfeitos de braços, mãos e pernas em movimento, espaço sensorial minimamente calculado para as viradas, cálculos, cálculos e mais cálculos.

Portanto, Bowman afirma, antes de ser atleta, Phelps é um exageradamente aplicado aluno de matemática, física, biologia e anatomia de golfinhos.

Para se ter uma idéia, Phelps usa os 15 metros submersos permitidos pelas regras após as viradas e largadas, para, ao invés de impulsionar imediatamente para cima, submergir ainda mais e subir nadando com o corpo em diagonal em movimentos precisamente idênticos aos dos golfinhos.

Bem, quando ele chega à superfície, não por acaso, já está a meio corpo a frente de seus adversários.

Concentração:

Phelps, com seus raps e hip hops em seu IPod, abstrai o mundo a sua volta e refaz passo a passo os cálculos de tudo o que está para fazer na piscina, minutos antes da largada.

Solidariedade

Graças ao nadador americano Jason Lezak que fez a maior pernada final da história das olimpíadas no revezamento 4x100m, para alcançar o nadador francês e garantir o ouro para equipe, Phelps conseguiu seu recorde histórico.

Tudo para ficar uma última lição…

Até mesmo o maior do mundo precisa de ajuda para ser o que é.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s